Quando cita-se um dos melhores meio-campistas da atualidade, o nome de Miralem Pjanić que atua pela Juventus da Itália e pela seleção da Bósnia e Herzegovina, deve ser levado em conta.

Miralem Pjanić nasceu em 02/04/1990 em Tuzla, na antiga Iugoslávia, atual Bósnia e Herzegovina. Assim que a “Guerra pela independência da Bósnia” eclodiu, ele e a sua família mudaram-se para Luxemburgo. Porém, o que mais se sabe sobre a carreira de Pjanić? Por quais clubes ele atuou além da Juventus? Quais feitos ele atingiu ao longo de sua carreira?

Juvenil

Pjanić aos 7 anos de idade, quando começou a dar os seus primeiros passos no futebol

Filho de Fatima e de Fahrudin, Pjanić desenvolveu interesse pelo futebol graças ao incentivo do seu pai, um ex-jogador de futebol de um time da 3ª divisão do futebol iugoslavo e começou a dar os seus primeiros passos no futebol assim que ele e a família se mudaram para outro país – Luxemburgo – pouco antes da eclosão da “Guerra da Bósnia”.

Enquanto se adaptava ao novo país, Pjanić frequentava muitas sessões de treino e jogos com o pai e assim sendo, aos 7 anos de idade, Fahrudin viu que o seu filho tinha talento e interesse no futebol e permitiu que ele filho se passasse a treinar em um clube local, o FC Schifflange 95. Algum tempo depois, as atuações de Pjanić pelo Schifflange despertaram o interesse de vários clubes da Bélgica, da Holanda e da Alemanha, mas acabou assinando com um clube francês em 2004, o Metz.

 

A Carreira e os Números de Pjanić nos clubes em que jogou

 

Metz

Categorias de Base

Em 2004, por recomendação de Guy Hellers – um ex-jogador luxemburguês com passagens pelo Metz da França e pelo Standard de Liège da Bélgica -, Pjanić acabou assinando com o clube francês e com isso, o bósnio passou aproximadamente 3 anos jogando pelas categorias de base dos “Grenats” (Metz).

Na temporada 2005-06, ele jogou no time sub-16 que venceu o Championnat National des 16 ans – Campeonato Francês da categorias sub-16 – e, após o término dessa temporada, assinou um contrato de 5 anos com o Metz. Depois de passar a temporada 2006-2007 com a equipe sub-18 do clube, Pjanić foi promovido para a equipe amadora do clube no Championnat de France – torneio francês para jogadores amadores – para a temporada 2007-08. Ele jogou as duas primeiras partidas desse torneio antes de receber um telefonema do técnico Francis De Taddeo.

2007-08

Após o telefonema de Francis De Taddeo, o técnico do time principal do Metz, em 18 de agosto de 2007, em partida válida pela 4ª rodada da Ligue 1 (Campeonato Francês), Pjanić fez a sua estreia como profissional ao substituir o atacante Sébastien Renouard aos 25 minutos do segundo tempo, porém mesmo com a entrada do jovem bósnio de 17 anos, o Metz e o Paris Saint-Germain empataram em 0-0. Na rodada seguinte do Campeonato Francês, Pjanić iniciou o jogo entre os titulares, porém o Rennes venceu os “Grenats” por 2-0.

Depois de uma sequência de jogos, em 30/11/2007, Pjanić assinou o seu primeiro contrato profissional com o Metz, no qual ele estendia o seu vínculo com o clube até o ano de 2010. Depois de se tornar profissional, ele recebeu a camisa número 15.

Em 15/12/2007, em jogo da 18ª rodada da Ligue 1, o jovem bósnio marcou o seu primeiro gol da carreira ao converter uma cobrança de pênalti aos 43 minutos do segundo tempo, porém mesmo marcando o seu primeiro gol como profissional, o Sochaux venceu o Metz por 2-1. Com este gol, Pjanić tornou-se um dos jogadores mais jovens da história da Ligue 1 a marcar um gol no campeonato.

Em 1 de fevereiro de 2008, em partida válida pela 2ª fase da Copa da França, Pjanić marcou o seu segundo tento nessa temporada e assim sendo, o Metz venceu o Strasbourg por 3-0 e se classificou para as oitavas de final da Copa da França. Posteriormente, os “Grenats” venceram o Lorient por 1-0 e chegaram até as quartas-de-finais desse torneio, porém foram eliminados pelo Lyon, equipe que viria a ser a campeã da Copa da França 2007-08.

Em 15/03/2008, em jogo da 29ª rodada da Ligue 1, o jovem bósnio marcou o seu segundo gol no campeonato, porém mesmo com ele se destacando, o Metz perdeu para o Nice por 2-1.

Em 17/05/2008, na última rodada da Ligue 1 2007-08, Pjanić marcou o seu último tento com a camisa do Metz na vitória por 4-3 sobre o Le Mans, mas mesmo com este triunfo, os “Grenats” acabaram sendo rebaixados para a Ligue 2; a segunda divisão do futebol francês.

Em suma, na sua 1ª temporada como jogador profissional, Miralem Pjanić disputou 38 jogos, fez 5 gols e proveu 3 assistências e além disso, devido a suas atuações, foi indicado ao prêmio de “Melhor Jogador da Temporada da Ligue 1”, vencido por Hatem Ben Arfa.

Apesar do rebaixamento do Metz para a Ligue 2, começou a circular rumores de que Pjanić iria se transferir para um outro clube e com isso, ele foi especulado em times como o Arsenal e no Chelsea, ambos da Inglaterra, no Barcelona e no Real Madrid, ambos da Espanha e em duas equipes italianas – Internazionale e Milan – e o outro time no qual ele foi especulado foi no Lyon, clube que na janela de transferências de verão da temporada 2008-09 acabou contratando o jovem bósnio de 18 anos de idade.

  • Números de Pjanić na sua 1ª e única Temporada no Metz
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2007-08
38 *5 3 6 0 2839

Pd – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

* 5 gols dos quais 4 foram pela Ligue 1 e 1 pela Copa da França

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances de Pjanić com a camisa do Metz
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 23 de novembro de 2008 por pjanicmiralem

 

Lyon

2008-09

Pjanić sendo apresentado como o mais novo reforço do Lyon

Apesar das inúmeras ofertas que recebeu pelo Pjanić, em 6 de julho de 2008, o jovem meia bósnio e o Metz chegaram a um acordo com o Olympique Lyonnais – clube popularmente conhecido como Lyon – para a transferência do jogador e assim sendo, o Lyon teve de desembolsar 7,5 milhões de euros (o equivalente a 32,6 milhões de reais), mais incentivos, caso ele atingisse metas futuras por um contrato de 5 temporadas.

Miralem Pjanić foi rotulado como o substituto do brasileiro Juninho Pernambucano e inicialmente, recebeu a camisa de número 12, mas mudou a camisa para a número 18 na pré-temporada e em 02/08/2008, em jogo que valia o título da Supercopa da França, Claude Puel – técnico do Lyon naquela época – escalou o jovem bósnio entre os titulares e após um empate em 0-0 no tempo regulamentar e na prorrogação, os “Les Gones” – Lyon – foram derrotados nos pênaltis pelo Bordeaux por 5-4.

Em 10/08/2008, na estreia do Lyon na Ligue 1 2008-09, Pjanić foi escalado entre os titulares novamente e jogou os 90 minutos desse jogo, ao qual o Lyon venceu o Toulouse por 3-0.

Em 29/10/2008, em jogo da 11ª rodada da Ligue 1, o jovem bósnio ficou no banco de reservas até os 31 minutos da segunda etapa, quando substituiu Fred e nos acréscimos, em uma tentativa de desarme, o meia Stéphane Dalmat acabou cometendo uma falta em Pjanić e a princípio, a lesão não parecia ser tão séria, porém o diagnóstico inicial de que ele ficaria fora dos gramados por apenas 1 mês, acabou resultando em 2 meses e devido a isso, o bósnio só retornou aos gramados em 2009. Quanto ao resultado da partida, o Lyon venceu o Sochaux por 2-1.

Em 10 de janeiro de 2009, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Francês, Pjanić jogou a sua primeira partida depois de se recuperar de uma fratura na fíbula e assim sendo, entrou no lugar do meia Ederson aos 20 minutos do segundo tempo em um jogo no qual o Lyon e o Lorient empataram em 1-1.

Em 01/03/2009, em jogo da 26ª rodada da Ligue 1, o bósnio entrou em campo aos 16 minutos da segunda etapa no lugar de Ederson e 5 minutos depois, deu o passe para o meia Kim Källström marcar o único tento do Olympique Lyonnais no empate em 1-1 com o Rennes.

Em 04/04/2009, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Francês, o jovem bósnio que completará 19 anos há 2 dias atrás, entrou em campo aos 12 minutos da segunda etapa no lugar do volante Mathieu Bodmer e no minuto seguinte, deu o passe para Karim Benzema marcar um dos seus 2 gols na vitória por 3-1 sobre o Le Mans.

Em suma, na sua 1ª temporada pelo novo clube, Miralem Pjanić perdeu parte da temporada devido a uma fratura na fíbula. Quanto ao Lyon, iniciou a temporada perdendo o título da Supercopa da França para o Bordeaux, terminou o Campeonato Francês em 3º lugar e chegou até as oitavas-de-finais da UEFA Champions League (Liga dos Campeões).

  • Números de Pjanić na sua 1ª Temporada no Lyon
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2008-09
28 0 2 2 0 923

 

2009-10

Antes do início da temporada 2009-10, Pjanić teve a numeração da sua camisa alterada e com isso, para esta temporada ele passou a vestir a camisa de número 8 que anteriormente foi usada pelo grande Juninho Pernambucano.

Em 19 de agosto de 2009, no primeiro confronto válido pela fase pré-eliminatória da Liga dos Campeões contra o Anderlecht da Bélgica, o novo camisa 8 foi escalado entre os titulares e marcou o seu primeiro gol com a camisa do Lyon em uma partida na qual o clube francês derrotou a equipe belga por 5-1. Posteriormente, o Lyon venceu o Anderlecht novamente, desta vez por 3-1 em solo belga.

Em 22/08/2009, em jogo da 3ª rodada da Ligue 1, Pjanić marcou o seu primeiro gol nesse campeonato com a camisa do Lyon na vitória por 3-0 sobre o Auxerre em pleno Stade de l’Abbé-Deschamps, estádio do Auxerre.

Em 16/09/2009, na estreia dos “Les Gones” na fase de grupos da UEFA Champions League, o bósnio marcou o único gol da vitória sobre a Fiorentina da Itália no Stade de Gerland, estádio do Lyon.

Em 29/09/2009, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o novo camisa 8 foi um dos destaques na goleada por 4-0 sobre o Debreceni da Hungria ao marcar 1 tento e além disso, proveu assistência para o gol de Kim Källström e de Sidney Govou respectivamente.

Em 09/12/2009, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Pjanić marcou um dos gols em nova goleada por 4-0 sobre o Debreceni e além do tento marcado, deu o passe para o gol de Michel Bastos nesse jogo.

Em 10 de março de 2010, no segundo confronto das oitavas-de-finais da UEFA Champions League contra o Real Madrid da Espanha, Pjanić marcou o gol do empate em 1-1 com a equipe espanhola e como o Lyon havia vencido o primeiro jogo por 1-0 na França, a equipe francesa se classificou para as quartas-de-finais da Liga dos Campeões. Posteriormente, o Lyon eliminou o Bordeaux nessa fase, porém perdeu os 2 jogos da semifinal para o Bayern de Munique da Alemanha. Até hoje, esta foi uma das melhores campanhas do Olympique Lyonnais nessa competição.

Em 12/05/2010, em jogo adiado da 34ª rodada da Ligue 1, o camisa 8 marcou o gol que abriu o placar na vitória por 3-0 sobre o Monaco e além do gol marcado, deu o passe para Bafétimbi Gomis marcar o seu gol nessa partida. Três dias depois, desta vez em jogo válido pela última rodada da Ligue 1 2009-10, o bósnio marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Le Mans.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa do Lyon, Miralem Pjanić disputou 53 partidas, fez 11 gols e proveu 13 assistências e ainda convém lembrar que ele foi o terceiro jogador que mais proveu assistências na Ligue 1 2009-10 (9 assistências), ficando atrás apenas de Lucho González do Olympique de Marselha (11 assistências) e de Marama Vahirua do Lorient (10 assistências). Quanto ao Lyon, foi o vice-campeão do Campeonato Francês, ficando atrás apenas do Olympique de Marselha, chegou até as quartas de final da Copa da Liga Francesa e foi eliminado na 2ª fase da Copa da França.

  • Números de Pjanić na sua 2ª Temporada no Lyon
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2009-10
53 *11 13 7 0 3377

* 11 gols dos quais 6 foram pela Ligue 1, 4 pela UEFA Champions League e 1 pela fase pré-eliminatória da UEFA Champions League

2010-11

Pjanić iniciou a temporada 2010-11 como titular e assim sendo, jogou as 3 primeiras rodadas da Ligue 1. No entanto, após a chegada do meia Yoann Gourcuff, o bósnio começou a alternar algumas partidas jogando ora como titular e outrora saindo do banco de reservas e em 29 de setembro de 2010, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões contra o Hapoel Tel Aviv de Israel, o camisa 8 saiu do banco aos 32 minutos da segunda etapa para entrar no lugar de Gourcuff e nos acréscimos, marcou o terceiro gol do Lyon na vitória por 3-1 sobre a equipe israelense.

Posteriormente, o bósnio teve boas atuações e como resultado, Claude Puel começou a escalá-lo entre os titulares juntamente com o Gourcuff, mas após o jogo contra o Benfica de Portugal na fase de grupos da Liga dos Campeões, ao qual o Olympique Lyonnais venceu por 2-0 e em seguida um empate em 1-1 com o Rennes na Ligue 1, esta tática foi abandonada.

Em 6 de março de 2011, em jogo da 26ª rodada da Ligue 1, Pjanić iniciou entre os titulares e marcou um dos gols na goleada por 5-0 sobre o Arles e além do gol marcado nessa partida, deu o passe para Michel Bastos marcar o gol dele no jogo. Na rodada seguinte, o camisa 8 marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 2-0 sobre o Sochaux.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa do Lyon, Miralem Pjanić disputou 39 jogos, fez 4 gols e proveu 3 assistências. Quanto ao Lyon, terminou o Campeonato Francês em 3º lugar, chegou até as oitavas-de-finais da UEFA Champions League e foi eliminado precocemente na Copa da França e da Copa da Liga Francesa.

  • Números de Pjanić na sua 3ª Temporada no Lyon
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2010-11
39 *4 3 4 0 1956

* 4 gols dos quais 3 foram pela Ligue 1 e 1 pela UEFA Champions League

2011-12

Com a saída do técnico Claude Puel do comando do Olympique Lyonnais, quem assumiu o comando da equipe foi Rémi Garde e sob o comando do novo treinador, em 13 de agosto de 2011, em jogo da 2ª rodada da Ligue 1, Pjanić saiu do banco aos 19 minutos da segunda etapa para entrar no lugar de Kim Källström e evitou a derrota do Lyon em pleno Stade de Gerland frente ao Ajaccio ao prover a assistência para o gol de Lisandro López; Lyon e Ajaccio empataram em 1-1.

Em 27/08/2011, em partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Francês, Pjanić substituiu o meia Jimmy Briand logo após o intervalo e nesse jogo, marcou o seu último tento com a camisa do Lyon na vitória por 2-1 sobre o Montpellier e além do gol marcado, deu o passe para o lateral Jérémy Pied marcar o gol dele na partida. Quatro dias após o triunfo sobre o Montpellier, Miralem Pjanić foi anunciado como o mais novo reforço de uma equipe italiana.

  • Números de Pjanić na sua 4ª e última Temporada no Lyon
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
5 *1 3 1 0 204

* Gol válido pela Ligue 1

  • O vídeo abaixo mostra os melhores lances de Pjanić com a camisa do Lyon
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 3 de novembro de 2017 por Play Gones

 

Roma

2011-12

Em 31 de agosto de 2011, Pjanić foi anunciado como o mais novo reforço da Associazone Sportiva Roma, clube popularmente conhecido como Roma e para contratar o meio-campista bósnio, o clube italiano teve de desembolsar 11 milhões de euros (o equivalente a 47,6 milhões de reais) por um contrato de 4 anos e assim sendo em 11/09/2011, em partida válida pela 2ª rodada da Serie A (Campeonato Italiano), o técnico Luis Enrique promoveu a estreia do bósnio diante do Cagliari em um jogo no qual a Roma foi derrotada pelo placar de 2-1 em pleno Olimpico di Roma, estádio dos “Giallorossi” (Roma).

Em 20/11/2011, em jogo da 12ª rodada do Campeonato Italiano, Pjanić marcou o seu primeiro tento pelo seu novo clube na vitória por 2-1 sobre o Lecce e além do gol marcado nessa partida, deu o passe para o gol de Fernando Gago.

Em 21 de janeiro de 2012, em partida válida pela 19ª rodada da Serie A, o novo camisa 15 – Pjanić – dos “Giallorossi” marcou o seu segundo gol pelo seu novo clube na goleada por 5-1 sobre o Cesena. Na rodada seguinte da Serie A – em 29/01/2012 -, em uma cobrança de falta aos 17 minutos do segundo tempo, Pjanić marcou o seu terceiro e último tento nessa temporada e com isso, evitou a derrota da Roma nessa partida; Roma e o Bologna empataram em 1-1.

Em suma, na sua 1ª temporada atuando pela equipe da capital italiana, Miralem Pjanić disputou 31 jogos, fez 3 gols e proveu 9 assistências. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 7º lugar e foi eliminada nas quartas-de-finais da Copa da Itália.

  • Números de Pjanić na sua 1ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2011-12
31 *3 9 7 0 2520

* Gols válidos pela Serie A

2012-13

Com a saída do técnico Luis Enrique, quem assume o comando da Roma é Zdenek Zeman e mesmo Pjanić estreando entre os titulares na 1ª rodada da Serie A 2012-13 contra o Catania, jogo no qual as duas equipes empataram em 2-2, nos jogos seguintes o camisa 15 amargou o banco.

Em 11 de novembro de 2012, em jogo da 12ª rodada da Serie A, o bósnio substituiu o ídolo Francesco Totti aos 25 minutos do segundo tempo e marcou um dos gols dos “Giallorossi” no “Derby della Capitale” – clássico entre Lazio e Roma -, porém mesmo com o camisa 15 marcando o seu primeiro tento nessa temporada, a equipe rival levou a melhor e venceu a Roma por 3-2. Na rodada seguinte do Campeonato Italiano, Zeman escalou Pjanić entre os titulares e ele não decepcionou e marcou um dos gols da vitória por 2-0 sobre o Torino.

Em 11/12/2012, em partida válida pelas oitavas de final da Copa da Itália, o camisa 15 marcou o seu terceiro tento nessa temporada no triunfo por 3-0 sobre a Atalanta e além do gol marcado, o bósnio deu o passe para Mattia Destro marcar o gol dele no jogo.

Em 16 de janeiro de 2013, em partida válida pelas quartas de final da Copa da Itália, Pjanić voltou a ser decisivo e deu o passe para Mattia Destro marcar o único tento da vitória da Roma sobre a Fiorentina na prorrogação. Posteriormente, Aurelio Andreazzoli, o interino que assumiu o comando da Roma, optou por não escalar o bósnio entre os titulares e mesmo com ele no banco, os “Giallorossi” chegaram a final desse torneio, no entanto, a equipe da capital italiana foi derrotada por 1-0 pela Lazio na final.

Em 24/02/2013, em jogo da 26ª rodada da Serie A, o camisa 15 marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 3-2 sobre a Atalanta em Atleti Azzurri d’Italia (estádio da Atalanta).

Em suma, na sua segunda temporada com a camisa dos “Giallorossi”, Pjanić disputou 29 partidas, fez 4 gols e proveu 8 assistências. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 6º lugar e chegou até a final da Copa da Itália 2012-13, perdendo para a Lazio na final.

  • Números de Pjanić na sua 2ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2012-13
29 *4 8 9 1 1899

* 4 gols dos quais 3 foram pela Serie A e 1 pela Copa da Itália

2013-14

Com a saída de Zeman do comando da Roma antes do fim da temporada anterior, quem assumiu o comanda da equipe foi o interino Aurelio Andreazzoli. Para a temporada 2013-14, a Roma decidiu apostar em Rudi Garcia e sob nova direção, os “Giallorossi” estrearam com uma vitória por 2-0 sobre o Livorno no Campeonato Italiano. Ainda convém lembrar que Pjanić iniciou esta partida entre os titulares.

Em 1 de setembro de 2013, em jogo da 2ª rodada da Serie A, o camisa 15 marcou o seu primeiro tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Hellas Verona e além do gol marcado, deu o passe para Adem Ljajić marcar o gol dele nessa partida.

Em 18/10/2013, em jogo da 8ª rodada do Campeonato Italiano, pela primeira vez na carreira, Pjanić marcou um doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – e com isso, a Roma venceu o Napoli por 2-0.

Sob o comando do novo treinador, Pjanić passou a ser um dos titulares e além disso, a equipe também passou a jogar no 4-3-3 e o bósnio teve um papel fundamental e a nova forma do time jogar deu tão certo que a Roma venceu todas as partidas das 10 rodadas do Campeonato Italiano.

Em 2 de abril de 2014, em jogo adiado da 22ª rodada da Serie A, o camisa 15 foi um dos destaques na vitória por 4-2 sobre a Parma, pois além de marcar um dos 4 tentos dos “Giallorossi” nessa partida, deu o passe para o gol de Francesco Totti.

Em 25/04/2014, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Italiano, Pjanić marcou o seu último tento nessa temporada no triunfo por 2-0 sobre o Milan; um gol com uma incrível exibição individual na qual o bósnio colocou Muntari, Montolivo e Ramil “para dançar” antes de acertar o canto direito do gol da equipe adversária.

Em 11/05/2014, Pjanić assinou um novo contrato com a Roma e com isso ele estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2018.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa da equipe da capital italiana, Miralem Pjanić disputou 38 partidas, fez 6 gols e proveu 6 assistências. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 2º lugar, ficando atrás apenas da Juventus e chegou até as semifinais da Copa da Itália.

  • Números de Pjanić na sua 3ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2013-14
38 *6 6 8 1 2809

* Gols válidos pela Serie A

2014-15

Em 24 de setembro de 2014, em jogo da 4ª rodada da Serie A, Pjanić marcou o seu primeiro gol nessa temporada no triunfo por 2-1 sobre o Parma em pleno Ennio Tardini (estádio do Parma).

Em 30/11/2014, em partida válida pela 13ª rodada da Serie A, pela segunda vez na carreira, o bósnio marcou um doblete e desta vez ele fez isso na vitória por 4-2 sobre a Internazionale.

Em 4 de abril de 2015, em jogo da 29ª rodada do Campeonato Italiano, o camisa 15 marcou o único gol da vitória da Roma sobre o Napoli.

Em 29/04/2015, em jogo da 33ª rodada da Serie A, Pjanić foi um dos principais destaques no triunfo por 3-0 sobre o Sassuolo ao marcar um dos tentos da Roma nesse jogo e além do gol, proveu assistências para o gol de Seydou Doumbia e de Alessandro Florenzi respectivamente.

Em suma, em mais uma temporada com a camisa dos “Giallorossi”, Pjanić disputou 46 jogos, fez 5 gols e proveu 10 assistências. Convém lembrar que ele proveu essas 10 assistências atuando pela Serie A 2014-15 e além do meio-campista bósnio, Domenico Berardi do Sassuolo, Franco Vázquez do Palermo, Marek Hamšík do Napoli e Paulo Dybala do Palermo foram os líderes em assistências no campeonato. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano como a vice-campeã pela segunda temporada seguida e além disso, depois de terminar em 3º lugar no grupo E da Liga dos Campeões e devido a isso, disputou a fase de mata-mata da Liga Europa chegando até as oitavas-de-finais e por fim, a Roma foi eliminada pela Fiorentina nas quartas-de-finais da Copa da Itália.

  • Números de Pjanić na sua 4ª Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2014-15
46 *5 10 10 0 3347

* Gols válidos pela Serie A

2015-16

Em 30 de agosto de 2015, em jogo da 2ª rodada do Campeonato Italiano, em uma cobrança de falta, Pjanić marcou o seu primeiro tento nessa temporada e a Roma venceu a Juventus por 2-1.

Em 26/09/2015, em jogo da 6ª rodada da Serie A, o camisa 15 marcou um dos gols na goleada por 5-1 sobre o Carpi. Nos 3 jogos seguintes da Roma nessa temporada, o bósnio marcou 3 gols; marcou 1 dos gols na vitória por 4-2 sobre o Palermo na Serie A e além do gol, deu o passe para o gol de Florenzi, marcou um dos gols no triunfo por 3-1 sobre o Empoli e além de converter uma cobrança de falta nesse jogo da Serie A, proveu a assistência para o gol de Daniele De Rossi e por fim, repetiu o que havia feito no jogo anterior no empate em 4-4 com o Bayer Leverkusen da Alemanha na Liga dos Campeões (fez 1 gol numa cobrança de falta e proveu uma assistência para 1 dos gols de Daniele De Rossi nesse jogo).

Até a primeira metade da temporada 2015-16, Pjanić havia marcado 9 tentos e provido 6 assistências e com isso, passou a ter o seu nome vinculado a uma transferência para o Barcelona e para o Real Madrid na janela de transferências de inverno, mas permaneceu na Roma, pelo menos até o fim dessa temporada.

Em 30 de janeiro de 2016, em partida válida pela 22ª rodada da Serie A, o camisa 15 marcou o seu 10º tento na temporada na vitória por 3-1 sobre o Frosinone.

Em 08/05/2016, em jogo da penúltima (37ª) rodada do Campeonato Italiano, o meio-campista bósnio marcou o seu último tento com a camisa da Roma na vitória por 3-0 sobre o Chievo e além do gol marcado, proveu a assistência para o gol do zagueiro Antonio Rüdiger.

Em suma, na sua última temporada com a camisa dos “Giallorossi”, Miralem Pjanić disputou 41 jogos, fez 12 gols e proveu 13 assistências sendo que 12 delas foram pela Serie A 2015-16 e com isso, o bósnio e Paul Pogba da Juventus foram os jogadores quem mais proveram assistências no campeonato. Quanto a Roma, terminou o Campeonato Italiano em 3º lugar, chegou até as oitavas-de-finais da Liga dos Campeões e foi eliminada nas oitavas de final da Copa da Itália.

  • Números de Pjanić na sua 5ª e última Temporada na Roma
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2015-16
41 *12 13 11 1 3343

* 12 gols dos quais 10 foram pela Serie A e 2 pela UEFA Champions League

  • O vídeo abaixo mostra todos os gols que Pjanić marcou com a camisa da Roma
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 8 de janeiro de 2017 por SOCCER4 LIFE

 

Juventus

2016-17

Pjanić sendo apresentado como o mais novo reforço da Juventus

Com a venda de Pogba para o Manchester United da Inglaterra, a Juventus viu Pjanić como o substituto ideal para o meio-campista francês e com isso, em 13 de junho de 2016, a equipe de Turim – Juventus – anunciou a contratação do meio-campista bósnio e para tirá-lo da Roma, a Juventus teve de desembolsar 32 milhões de euros (o equivalente a 140,4 milhões de reais) e um contrato de 5 temporadas com o ex-jogador da Roma e além disso, ele escolheu a camisa de número 5.

Depois de ficar no banco nos 2 primeiros jogos da Juventus na Serie A 2016-17, em 10/09/2016, em jogo da 3ª rodada do Campeonato Italiano, o técnico Massimiliano Allegri promoveu a estreia do bósnio entre os titulares e logo no seu primeiro jogo com a camisa da Juventus, Pjanić marcou um dos gols da vitória por 3-1 sobre o Sassuolo.

Em 27/09/2016, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o novo camisa 5 foi um dos destaques na goleada por 4-0 sobre o Dinamo Zagreb fora de casa ao marcar um dos 4 tentos e ao dar o passe para o gol de Gonzalo Higuaín nesse jogo.

Em 11/12/2016, em jogo da 16ª rodada da Serie A, no seu primeiro “Derby della Mole” – clássico entre Torino e Juventus -, Pjanić marcou um dos gols do triunfo por 3-1 sobre o Torino. Observação: o bósnio entrou no lugar de Juan Cuadrado aos 36 minutos da segunda etapa e nos acréscimos, marcou o tento que definiu o resultado desse clássico.

Em 25 de janeiro de 2017, em confronto válido pelas quartas de final da Copa da Itália, o camisa 5 marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Milan. Posteriormente, a Juventus foi campeã da Copa da Itália batendo a Lazio por 2-0 na final e também foi a campeã da Serie A 2016-17 e além disso, a “Velha Senhora” – Juventus – poderia ter sido campeã da UEFA Champions League 2016-17, no entanto, a equipe de Turim perdeu pelo placar de 4-1 para o Real Madrid na final.

  • Números de Pjanić na sua 1ª Temporada na Juventus
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2016-17
47 *8 14 10 0 3428

* 8 gols dos quais 5 foram pela Serie A, 2 pela Copa da Itália e 1 pela UEFA Champions League

2017-18

No primeiro jogo da Juventus na temporada 2017-18 – a decisão da Supercopa da Itália – em 13 de agosto de 2017, Pjanić iniciou a partida entre os titulares, porém a “Velha Senhora” foi derrotada pela Lazio pelo placar de 3-2 e com isso, o time da capital italiana era o campeão da Supercopa da Itália 2017.

Em 23/09/2017, em jogo da 6ª rodada da Serie A, o bósnio marcou o seu primeiro tento nessa temporada no “Derby della Mole” e além do gol marcado, proveu assistências para os gols de Dybala e de Alex Sandro respectivamente e com isso, a Juventus venceu o Torino por 4-0 no Allianz Stadium (estádio da Juventus).

Em 18/10/2017, em partida válida pela 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o camisa 5 marcou um dos tentos da vitória por 2-1 sobre o Sporting de Portugal. Quatro dias depois, mas desta vez em jogo da 9ª rodada do Campeonato Italiano, Pjanić marcou o seu terceiro tento nessa temporada na goleada por 6-2 sobre a Udinese.

Em 28 de fevereiro de 2018, no segundo confronto da semifinal da Copa da Itália contra a Atalanta, o bósnio marcou o único gol da vitória da Juventus e como já havia vencido o primeiro confronto pelo mesmo placar – vitória por 1-0 -, a “Velha Senhora” se classificou para a final da Copa da Itália 2017-18.

Em 09/05/2018, na final da Copa da Itália, Pjanić foi decisivo ao prover a assistência para o gol do zagueiro Medhi Benatia. Quanto ao jogo, a Juventus não teve dificuldades e venceu o Milan por 4-0. Quatro dias depois de conquistar o título da Copa da Itália, com um empate em 0-0 com a Roma, pela sétima temporada consecutiva, a equipe de Turim se sagrou campeã do Campeonato Italiano.

Em 19/05/2018, na última rodada da Serie A 2017-18, em uma cobrança de falta, o camisa 5 marcou o seu último tento nessa temporada na vitória por 2-1 sobre o Hellas Verona.

Em suma, na sua 2ª temporada com a camisa da “Velha Senhora”, Miralem Pjanić disputou 44 jogos, fez 7 gols e proveu 14 assistências. Quanto a Juventus, foi a campeã da Serie A 2017-18 e campeã da Copa da Itália, no entanto, foi eliminada nas quartas-de-finais da Liga dos Campeões pelo Real Madrid da Espanha.

  • Números de Pjanić na sua 2ª Temporada na Juventus
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2017-18
44 *7 14 11 0 3569

* 7 gols dos quais 5 foram pela Serie A, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Itália

2018-19

No início da sua 3ª temporada com a camisa da Juventus, Pjanić assinou um novo contrato com a equipe de Turim, ao qual ele estendeu o seu vínculo com o clube por mais 5 temporadas.

Em 25 de agosto de 2018, em jogo da 2ª rodada do Campeonato Italiano, o camisa 5 marcou o seu primeiro gol nessa temporada na vitória por 2-0 sobre a Lazio.

Em 19/09/2018, na estreia da Juventus na fase de grupos da UEFA Champions League 2018-19, o bósnio marcou os gols da vitória da equipe de Turim sobre o Valencia da Espanha; a Juventus venceu a equipe espanhola por 2-0.

Em 06/10/2018, em jogo da 8ª rodada da Serie A, Pjanić jogou a sua partida de número 100 com a camisa da “Velha Senhora” e para celebrar esta ocasião, a equipe de Turim venceu a Udinese por 2-0.

Em 16 de janeiro de 2019, na decisão da Supercopa da Itália diante do Milan, o camisa 5 proveu a assistência para o gol de Cristiano Ronaldo e com a vitória por 1-0, a Juventus se sagrou campeã da Supercopa da Itália de 2018.

Em 03/03/2019, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Italiano, o bósnio marcou um dos gols da vitória por 2-1 sobre o Napoli em pleno San Paolo (estádio do Napoli). Apesar do gol marcado nessa partida, em menos de 15 minutos, o camisa 5 levou 2 cartões e em decorrência disso, teve de sair de campo mais cedo.

Até este momento, Pjanić disputou 38 partidas, fez 4 gols e proveu 4 assistências nessa temporada.

  • Números de Pjanić na sua 3ª e atual Temporada na Juventus
Pd Gm A CA CV Mj na temporada 2018-19
38 *4 4 9 1 **2779

* 4 gols dos quais 2 foram pela UEFA Champions League e 2 pela Serie A

** esta temporada ainda está em andamento

Títulos que conquistou na Juventus

  • Serie A 2016-17 e 2017-18
  • Copa da Itália 2016-17 e 2017-18
  • Supercopa da Itália 2018
  • O vídeo abaixo mostra 16 dos 20 gols que Pjanić marcou com a camisa da Juventus
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 27 de agosto de 2018 por Shawccer TV

 

Luxemburgo

Seleções de Base

Por ter passado a sua infância nesse país, Pjanić tornou-se elegível para atuar pela seleção de Luxemburgo e com isso, jogou pelas seleções de base de Luxemburgo. Ele defendeu a seleção luxemburguesa no Campeonato Europeu Sub-17 de 2006, um campeonato no qual a seleção de Luxemburgo disputou por ser a seleção anfitriã; Luxemburgo sediou esse torneio. Em toda essa competição, a seleção luxemburguesa só marcou 1 gol e o autor desse tento foi Miralem Pjanić.

Nesse mesmo ano, a seleção sub-17 de Luxemburgo enfrentou a Bélgica e em um jogo eletrizante, ao qual as duas seleções empataram em 5-5, Pjanić marcou 4 gols nesse amistoso. Posteriormente, ainda nesse mesmo ano, ele também atuou pela seleção sub-19 de Luxemburgo.

Os Números de Pjanić na seleção da Bósnia e Herzegovina

 

Bósnia e Herzegovina

Seleção Principal

Apesar de ter jogado pelas seleções de base de Luxemburgo, Pjanić também era elegível para jogar pela seleção da Bósnia e Herzegovina e assim sendo, em maio de 2008, durante uma entrevista para um jornal bósnio, o meio-campista manisfestou o seu desejo de defender a seleção bósnia.

Eventualmente, funcionários da Associação de Futebol da Bósnia e Herzegovina tomaram conhecimento do desejo de Pjanić e com isso, ele foi convocado para atuar pela seleção sub-21 da Bósnia e Herzegovina. No entanto, como Pjanić não tinha mais um passaporte bósnio e precisava da aprovação da FIFA – entidade máxima do futebol – para mudar de nacionalidade, ele não podia ser convocado para atuar pela seleção principal. Após oito meses de espera e após o envolvimento de Željko Komšić, membro da presidência da Associação de Futebol da Bósnia e Herzegovina, Pjanić recebeu um passaporte bósnio no mesmo ano (2008).

Em 20 de agosto de 2008, em um amistoso contra a Bulgária, o técnico Miroslav Blažević promoveu a estreia de Pjanić com a camisa da seleção bósnia, porém no primeiro jogo do meio-campista com a camisa da seleção da Bósnia e Herzegovina, derrota por 2-1 para a seleção búlgara.

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010

Durante as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, Pjanić só iniciou uma partida entre os titulares. Quanto a seleção da Bósnia e Herzegovina, terminou as Eliminatórias em 2º lugar no grupo E, ficando atrás apenas da Espanha e como consequência, teria de disputar a repescagem para a Copa do Mundo e após um sorteio, definiu-se que Portugal seria a seleção adversária e nos 2 confrontos contra a seleção portuguesa, duas derrotas por 1-0 e com isso, o sonho de disputar uma Copa do Mundo teve de ser adiado para 2014.

Eliminatórias da Euro 2012

Com a saída de Miroslav Blažević do comando da seleção bósnia, quem assume o comando é Safet Sušić e na estreia do novo treinador em um amistoso em 3 de março de 2010, Pjanić marcou o seu primeiro gol com a camisa da seleção bósnia no triunfo por 2-1 sobre Gana em Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina.

Em 03/09/2010, na estreia da Bósnia e Herzegovina nas Eliminatórias da Eurocopa de 2012, Pjanić marcou um dos gols na vitória por 3-0 sobre Luxemburgo e além do gol marcado nesse jogo, o meia proveu a assistência para o gol de Senijad Ibričić.

Posteriormente, a Bósnia e Herzegovina enfrentou a seleção de Luxemburgo novamente na 9ª rodada das Eliminatórias e voltou a vencer, desta vez por 5-0 e além disso, Pjanić marcou o seu segundo e último tento nas Eliminatórias nessa goleada. Por ter terminado as Eliminatórias em 2º lugar no grupo D, ficando atrás apenas da França, a seleção bósnia teria de disputar a repescagem para a Euro 2012 e por coincidência, a Bósnia e Herzegovina foi eliminada da Eurocopa de 2012 pela mesma seleção que o eliminou da Copa do Mundo FIFA de 2010, Portugal.

Copa do Mundo FIFA de 2014

Nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014, Pjanić marcou 3 gols – fez 1 gol na goleada por 4-0 sobre a Letônia, fez 1 gol na vitória por 3-0 sobre a Lituânia e marcou novamente diante da Letônia, ao qual a seleção bósnia goleou por 5-0 como visitante – e proveu 6 assistências nas Eliminatórias e além disso, a Bósnia e Herzegovina terminou em 1º lugar no grupo G e com isso, obteve a vaga inédita para uma disputa de Copa do Mundo.

Antes do início da Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil, Safet Sušić anunciou os nomes dos 23 jogadores convocados para a disputa desse torneio e o nome de Miralem Pjanić estava nessa lista e assim sendo, em 16 de junho de 2014, a Bósnia e Herzegovina fez a sua estreia na fase de grupos da Copa do Mundo diante da Argentina e o camisa 8 – Pjanić – era um dos 11 titulares e no primeiro jogo, derrota por 2-1 para a seleção argentina. Na rodada seguinte, derrota por 1-0 para a Nigéria. Na última rodada da fase de grupos, a seleção bósnia já não tinha chances de se classificar para a fase seguinte, mas mesmo assim jogou com empenho e venceu o Irã por 3-1 sendo que Pjanić foi um dos destaques deste triunfo ao marcar 1 tento e ao dar o passe para Edin Džeko marcar o gol dele nessa partida.

  • Desempenho de Pjanić na Copa do Mundo FIFA de 2014
Pd Gm A CA CV Mj nesta Copa
 3 1  1 0 0 270

Eliminatórias da Euro 2016

Após a eliminação na fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2014, sai Safet Sušić e entra Mehmed Baždarević no comando da seleção da Bósnia e Herzegovina e nas Eliminatórias da Eurocopa de 2016, Pjanić não marcou gols, mas contribuiu com 3 assistências em 10 rodadas. Quanto a seleção bósnia, terminou as Eliminatórias em 3º lugar e com isso, teve de disputar a repescagem contra a Irlanda e após um empate em 1-1 em Zenica – na Bósnia e Herzegovina -, os comandados de Baždarević foram derrotados no segundo confronto – derrota por 2-0 – e com isso, a Bósnia e Herzegovina estava fora da Euro 2016 na França.

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018

Mesmo não obtendo a classificação para a Euro 2016, a Associação de Futebol da Bósnia e Herzegovina optou por manter Mehmed Baždarević no cargo de treinador da seleção e assim sendo, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2018, a Bósnia terminou as Eliminatórias em 3º lugar no grupo H, ficando atrás da Bélgica e da Grécia e como consequência por não ter terminado em 2º lugar, a Bósnia e Herzegovina não obteve a classificação para a Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia. Quanto a Pjanić, não marcou sequer um gol nas Eliminatórias, mas contribuiu com 7 assistências em 10 rodadas.

Liga das Nações da UEFA B

Até este instante, a seleção bósnia venceu 3 dos 4 jogos que disputou nessa competição e em um desses jogos – diante da Irlanda do Norte -, Pjanić deu o passe para Edin Džeko marcar 1 dos seus 2 gols nessa partida, a qual a Bósnia e Herzegovina venceu por 2-0.

  • O vídeo abaixo mostra 10 dos 12 gols de Pjanić com a camisa da seleção da Bósnia e Herzegovina
  • Este vídeo foi publicado no YouTube em 27 de março de 2016 por Nezavisni Kalesijski Portal

Total

Pd Gm A CA CV Mj
86 12 27 11 1 6399
Prêmios individuais
  • Líder em assistências da Serie A 2014-15 e 2015-16
  • 70º melhor jogador do ano de 2016 (The Guardian)
  • 80º melhor jogador do ano de 2016 (Marca)

Considerações Finais

Com base em todos os dados apresentados aqui pode-se concluir que Miralem Pjanić é um meio-campista talentoso, criativo, dinâmico e tenaz, pois ele consegue empenhar vários papéis no meio-campo e além disso, o talento de Pjanić quando ele ainda estava iniciando a sua carreira como profissional no Metz, as habilidades de fazer jogadas e a capacidade de marcar muitos gols em cobranças de falta fizeram com que ele fosse rotulado como herdeiro em potencial de Juninho Pernambucano no Lyon e soma-se a isso, a sua precisão nos passes, dribles e visão de jogo faz dele um excelente “provedor” de assistências, e também permite que ele dite o ritmo do jogo de seu time no meio-campo e orquestre oportunidades de gols para seus companheiros de equipe.

E para vocês? Pjanić é um dos melhores meias da atualidade?

O post A Carreira de Miralem Pjanić em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *